• Vascomunistas

Por uma Nova Resposta Histórica


Na última semana, surgiu um virtuoso e progressista debate sobre a criação de uma terceira camisa do Vasco da Gama, a qual seria em homenagem a comunidade LGBTQI+.


Alguns editores e designers gráficos produziram belos protótipos de camisas, com as tradicionais cores LGBTQI+ e postando nas redes sociais.


Horácio Júnior, VP de Responsabilidade Social e História, da atual gestão Salgado, também comentou o caso. Segundo o mesmo, a ideia não partiu do próprio, mas o VP irá trabalhar com o marketing do grupo para licenciar a camisa.


A atitude é mais que valorosa, é necessária, vista que traz consigo a carga histórica do Club de Regatas Vasco da Gama de inserção social (e também política) de minorias políticas, combatendo a exclusão social, o racismo, a elitização tanto dos esportes quanto dos locais de lazer, vivência e entretenimento.


O feito não pode ser um simples modismo. Precisamos aprofundar mais o debate e permitir uma maior inclusão da comunidade LGBTQI não só no Vasco da Gama, mas sim no meio do futebol e principalmente, na sociedade brasileira.


Precisamos de medidas como : a inclusão de nome social no cartão de sócio torcedor/estatutário, a contratação de pessoas da comunidade LGBTQI + para trabalhar no Club (principalmente os que se encontram em situação de vulnerabilidade social), além do mais, uma campanha de conscientização contra a homofobia feita pelo próprio Club tanto no dia a dia, em jogos e principalmente nos canais das redes sociais como Twitter, Instagram, Facebook e no YouTube com a VascoTV.

Não podemos perder mais tempo. Devemos mais uma vez encarar o Velho Mundo e ultrapassar as barreiras do preconceito.


Está no DNA vencedor, popular e inclusivo do Vasco da Gama.


Hora de agir como Vasco, mais uma vez.


Saudações Vascaínas!

413 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo