O SOCIALISMO É PROIBIDO DE DAR CERTO.


Estudando com clareza a China, observamos que desde 1949 os chineses tiraram milhões de pessoas da pobreza.


O critério do Banco Mundial, onde calcula a pobreza por despesa de U$1,90 por dia, reajustado aos diferentes padrões de preços de diferentes países, mostra que em 1981, 2 bilhões de pessoas viviam na pobreza em todo o mundo, já em 2010, esse número tinha caído para 1 bilhão e 120 milhões.


O número de pessoas que viviam na pobreza foi reduzido em 880 milhões, 728 destes milhões viviam na China.


Feito que não foi alcançado pelo restante do mundo, que tirou aproximadamente 152 milhões de pessoas.

Incrivelmente, 30 milhões dessas pessoas fora da China foram retiradas no Vietnã, um país também Socialista.


Os países socialistas retiraram juntos 760 milhões de pessoas da pobreza, 85% da redução, enquanto que os países capitalistas, somente 15%.


Esses dados mostram como é mentirosa a afirmação que esses países tem sua redução da pobreza atrelada ao Capitalismo. Caso se realmente tivessem, seria um fenômeno minimamente acompanhado ou próximo no restante do Globo.


Vai ver os Comunistas são Capitalistas mais inteligentes, ou o Socialismo não tem direito de dar certo em lugar algum, pois se deu certo, não é Socialismo.


O critério do "eu acho" é o que rege o negacionismo liberal, sempre lutando contra a realidade.


Fontes: "Lições do Desenvolvimento econômico para a América Latina." - John Ross.


"China, Socialismo e Desenvolvimento. Sete Décadas depois." - Elias Jabbour.




137 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo