• André Victor Mendes

Kim Jong Un reencarna mais uma vez.

Nas últimas semanas, o mundo deu o líder da Coréia do Norte como morto.




Fakes, imagens com distorções e nítidas montagens pipocaram nas redes sociais de todo o mundo, inclusive no Brasil.


Reportagens e postagens passavam (com grande ignorância no assunto) mais ou menos essa mensagem :


"O ditador coreano estava morto e os burocratas coreanos estavam tentando esconder isso de todo o mundo."

Não bastou China e Coréia do Sul desmentirem publicamente. A máquina de Fake News do Ocidente continuava a disparar contra a Coréia do Norte. Os meios de comunicação do Imperialismo estavam certos, errados estavam os comunistas e aqueles que desmentiam as falsas informações.


Ontem, Kim Jong Un veio a público. Sorridente e carismático como de praxe, inaugurou a Fábrica de Fertilizante Fosfórico de Sunchon. Fez isso após ficar 20 dias sem aparecer em público.


Mas, façamos uma simples reflexão:


Quando faremos um questionamento sobre o Imperialismo e a construção da imagem que fazem da Coréia do Norte? Quando realmente iremos descredibilizar essas mídias que são tentáculos do Capitalismo e iremos refletir sobre a importância da Coréia do Norte no combate ao Imperialismo Yankee capitaneado hoje por Donald Trump?


A mídia ocidental continua a mentir sobre a Coréia do Norte mas só criticamos e questionamos o lado que está sendo acusado.


Ademais, para não concluir, deixamos a célebre frase do Che Guevara:


"Não se pode confiar no Imperialismo nem um tantinho assim."

Por André Victor Mendes.

122 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo